Vendas por e-commerce disparam no Brasil ao longo da pandemia

10/09/2020 | Notícias

Antes mesmo da pandemia do Coronavírus, comprar pela internet já fazia parte da rotina de muitas pessoas. Mas desde o final de fevereiro de 2020, o cenário de compra e venda online tem disparado em rumo aos números positivos.

Uma pesquisa realizada pela Conversion – Consultoria de Performance e SEO, revelou que o e-commerce no Brasil já apresenta uma crescente de 51% de visitas nas lojas virtuais. Para fazer o apontamento, os pesquisadores consideraram os 50 melhores sites de venda online do país.

O percentual compreende que mais de um bilhão de visitas foram feitas nas plataformas acompanhadas, número surpreendente em relação aos meses anteriores ao período de quarentena. É muito acesso!

Segundo indicadores levantados pela plataforma SimilarWeb, só no segmento de Casa e Móveis, por exemplo, o aumento foi de 85,39% até maio de 2020. A projeção é que o setor apresente números ainda maiores e melhores até o final do ano.

A expectativa se dá por conta do crescimento do trabalho em home office, que impactou diretamente na comercialização de móveis. As pessoas estão quase em tempo integral dentro de casa, logo, tentam otimizar ao máximo cada cômodo.

De acordo com uma pesquisa feita pela rede Compre e Confie, a venda de móveis cresceu 196% entre os meses de maio e junho, em comparação com o mesmo período no ano passado

A pandemia escancarou a revolução que vem sendo provocada pela digitalização das coisas e dos relacionamentos. Ela é responsável por uma nova etiqueta de comportamento dentro e fora das empresas, na comunicação com funcionários e clientes.

Por falar em cliente, ele é a peça-chave nessa transformação. Nunca se teve tanto acesso a produtos e serviços como atualmente. Aos empreendedores, os índices são um convite para pensar em inovação, pois ficar preso apenas ao comércio físico tradicional, independentemente do segmento, não parece assertivo daqui para a frente.

Quanto mais o cliente toma conhecimento disso, mais poder ele tem nas mãos. E se o perfil consumidor muda, é fundamental que as empresas repensem suas estratégias também.

Siga a Fimma

fimma.com.br linkedin instagram facebook.com youtube.com telegram